Deixa eu morar em você?

by - 13.8.17


Eu tento não ser tão ansioso, não pensar tanto em você, mas só precisa de uma mensagem tua pro coração bater mais forte. 

Eu não sei me fazer de difícil e nem tenho essa pretensão, sabe? Eu já disse isso num outro texto, mas é importante frisar que eu tô com uma puta saudade tua. 

Nessa semana que passou eu lembrei que fez um ano que você entrou na minha vida, me mostrando que as coisas podem ser mais leves. Esse teu jeitinho me ganhou desde o primeiro dia, tu sabe disso, né? 

Eu sei que a sua cabecinha ainda é uma confusão, que você já me avisou 27 vezes que era problema, mas não teve um dia que eu não quis fazer parte dessa bagunça toda que é sua vida. 

Ah, eu vi que você tirou o aparelho e está sorrindo mais. Fico feliz por isso e garanto que não sou só eu. Desde sempre eu falei que adorava o teu  sorriso e achava ele lindo. E desde sempre você discordava de mim. Normal, né? Continua encantando o mundo com essa vibe boa que cê tem, menina. Se eu conseguir ser um pouquinho dos motivos desse sorriso, melhor ainda, tá? 

Eu quero que você acredite em você como eu acredito, porque você é foda! Fode com meu juízo?! Fode também, mas eu supero. Quero te ver conquistar muito mais, crescer muito mais, porque uma pessoa tão especial só pode merecer coisas boas. 

Vem cá, menina. Me fala dos teus dias. Quero saber cada detalhe, até que eu seja um deles e você tenha prazer de contar. Pode me alugar na volta da faculdade, prometo que não vou reclamar... Inclusive, fala mal de Leona (já disse que adoro o jeitinho que você fala dela?), que é uma folgada, mas tu não consegue largar. Ah, me fala também - com aquela voz de orgulho - das crianças, cada vez mais espertas e que te deixam maluca, mas que você sente falta de cada um deles quando eles não vão te perturbar.  

Eu prometo tentar não brigar tanto com você, mas quando eu faço isso, é pra você entender que se você não pensar em você, ninguém vai, sabe? 

Eu te falei que tô parando de fumar? Pois é. Suas broncas também fizeram efeito. Até delas eu sinto falta, menina. De cada detalhe seu. Desde a sua fala manhosa quando quer atenção, até o seu vício por Mc Donalds. Do teu sorriso ao teu abraço, que não dá vontade de largar. 

Faz um ano que eu tô na sua porta, esperando você me convidar pra entrar. Só não me faz pular o muro, que meu joelho não tá colaborando muito ultimamente, tá?!  

Por isso vou te fazer um pedido, menina: deixa eu morar em você? 
É sério. Carinho, chocolate e açaí não vai te faltar. Prometo que até a bagunça eu tento ajudar a arrumar. 

Agora que você sorriu pra mim.. E então, deixa eu morar em você? 



Você pode gostar também

0 comentários