Na saúde e na doença

by - 23.7.17



Lembra das dificuldades que passamos juntos, todos os obstáculos que a vida colocou para mostrar que devemos ficar juntos para sempre? 

E foi isso que aconteceu, namoramos, melhores anos da minha vida, aprendi muito sobre você, tive prazer de conhecer seus defeitos, suas manias chatas, seus maravilhosos dotes culinários e uma ótima matemática, nem calculadora usava, diferente de mim, péssimo com números. 

Lembra quando fomos morar sozinhos, mesmo contra a vontade dos meus pais a gente alugou aquele minusculo apartamento?

Mas mesmo assim você estava lá do meu lado, independente das dificuldades, mas com o tempo tudo vai se encaixando né?!

Lembra quando te pedi em casamento? Naquele restaurante que eu nem sabia comer, de tanto talher, eu juntei cada centavo para te levar lá. Eu ouvi você comentando com sua amiga que queria conhecer - sorte que ouvi.

Você salvou minha noite como sempre, dizendo que ia fazer um sanduíche para mim quando chegasse em casa.

Casamos naquela chácara do meu tio, simples sim, mas foi o dia mais feliz da minha vida! Considero que com você,  até os pequenos gestos me fazem feliz.

Depois de casados vieram as viagens e ainda bem que consegui um emprego melhor e pude ter você sempre me incentivando e crescendo do meu lado. Acho que um relacionamento de verdade tem que ter isso, um crescendo junto com o outro.

Mas infelizmente a vida não é feita só de coisas boas, começou com uma dores fortes e hoje estou aqui do seu lado, contando a história da nossa vida. Eu não vou te abandonar, nunca, se precisar morrer com você eu vou, mas eu sei que vamos envelhecer juntinhos. 

O amor enfrenta tudo lembra?!

Senti sua mão apertando a minha, depois de 2 meses em coma, você acorda sorrindo, dizendo que me ama, e que vai viver muito mais coisas do meu lado. Depois desse dia eu percebi que iriamos ser eternos um a para o outro!

-

Lucas C. 
Lucas Corrêa, ou Filho de Capitu. Aquela página do Facebook mesmo. 22 anos, escritor, paranaense e atleticano. Me inspiro na vida, relacionamentos passados que posso dizer que foram decepcionantes para mim, mas me renderam boas histórias. 

Você pode gostar também

0 comentários