Independente se é ioga ou yoga, tu é foda!

by - 3.6.17


Não precisou de muito pra você me ganhar. Uma frase, um sorriso e eu já tava na sua, querendo ficar grudado em você igual a faixa que segura teu kimono. Te apertar pela cintura - na medida certa - e passar a segurança que tu precisa. 

Eu sei que tu já passou por muita coisa. Qualquer um em sã consciência recusaria um aquariano inconsequente na vida, mas agora eu só tô te pedindo uma chance. Abaixa essa guarda, só um pouquinho. Não me faz passar ela e te raspar. Tu é muito melhor que eu nisso, tanto é que já me deu uma chave de coração e eu tô imobilizado, sem nem tentar sair da posição. 

Tá, você é linda e isso não está em discussão no momento. Não é do teu cabelo que eu não sei definir a cor que eu vou falar. Nem desse sorriso largo que tu tem. Também não vai ser sobre o corpo gostoso, pelo menos não nesse texto. É sobre essa tua vibe. É sobre energia e isso pouco tem a ver com a Eletropaulo ou a Celesc. A tua vibe ilumina na alma e não tem gerador que se compare. 

Jiu-jitsu, meditação, autoconhecimento.. E eu com essa cara de bobo. Você cuidando da mente e do corpo, enquanto eu sou a personificação do sedentarismo. É a prova de que a vida é mesmo muito louca e a gente nunca sabe quando uma menina mais louca ainda vai chegar e mudar tudo. 

Ah, sabia que tava esquecendo de alguma coisa. O ioga. Ou a yoga. Yôga, ióga, tanto faz. O que importa é a paz que você me traz. 

Então vem cá, menina. Continua aqui do meu lado, que isso tá bom demais. Me ganha mais um pouquinho com esse seu jeito meio hippie paz e amor, de recém-saída de Woodstok, e a gente vai escrevendo nossa história num papel de seda. O que você acha? 
 
Relaxa... Eu não ligo pros teus errinhos de português. É mais importante saber amar, do que conjugar o verbo propriamente dito. E nisso tu é foda. 

Enquanto você toca suas coisas, eu pego uma cerveja e te acompanho encantado. Sim, com essa cara. Essa mesma de bobo apaixonado. 

Você pode gostar também

0 comentários