Sinta a pausa

by - 6.5.17


Guardei na mente o momento da pausa da música.
Mas não foi somente ela que pausou.
Meu coração perdeu batidas, as pessoas ao nosso redor não existiam e nós éramos o mundo, nós fomos o mundo por alguns segundos.
Eu encarando o sorriso mais bonito que vi na vida, só consegui sorrir de volta. Não faço ideia do que se passava em sua cabeça, mas seu sorriso me transmitia paz e alegria.
Esse momento deveria ter sido registrado numa imagem, com certeza seria uma puta obra de arte, dessas que rendem milhões ao seu criador. mas eu não ligaria pros cifrões na conta, mas sim pra quantos corações seriam tocados pela emoção dessa imagem.
Ainda não consegui entender o que aconteceu nesse momento, mas sei que foi algo único. Rolou uma troca de energia tão boa que me fez ver que 2016 não tem sido de todo tão ruim.
Por mim o mundo podia acabar ali mesmo que eu não ia nem perceber. Há um bom tempo não ficava tão absorta em algo. Como eu disse, não foi só a música que pausou.
Aí agora eu me pergunto, como pode tudo isso acontecer em questão de segundo?
Fica aberto o questionamento pra quem se arriscar a explicar.
Eu prefiro me arriscar a sentir.

_

Marina Couto

22 anos, estudante de Letras, forrozeira e apaixonada por palavras. Escrevo pra me sentir livre, não tenho destinatário certo, acho que assim fico mais desapegada e escrevo Com a alma. Gosto de escrever para as outras pessoas saberem que não estão sozinhas. Quem vai ser meu interlocutor? Quem ler decidirá se aceita ser ou não. Se você se identificar, é um novo interlocutor, escreverei pensando que não estou só. Escreverei pra nós.
www.praquedefinir.com.br
www.facebook.com/praquedefinir
 



Você pode gostar também

0 comentários